SIGA-NOS:
+55 (11) 3539-7716 / +55 (11) 3539-7735
Top
 

Judeus sefaraditas: conheça a sua origem!

Sefaraditas em uma sinagoga seguram o Sefer Torá; judeus sefaraditas: conheça a sua origem!
12 abr

Judeus sefaraditas: conheça a sua origem!

Sefaradita é o termo que se refere aos descendentes de judeus que são originários dos países da Península Ibérica: Portugal e Espanha. Essa palavra tem origem no idioma hebraico justamente para denominar essa região. Na mesma, os judeus usam a língua sefaradi, também chamada judia-espanhola e o ladino, como língua litúrgica. Neste artigo, vamos abordar o tema; judeus sefaraditas: conheça a sua origem!

Os judeus sefaraditas são os que moravam em território português antes das expulsões que foram decretadas no final do século XV, época da Inquisição, e que obrigaram os judeus a realizarem um êxodo forçado para diversos países, como Holanda, Reino Unido, Turquia, além da África, e, posteriormente, para Brasil, Argentina, México e Estados Unidos. 

Os judeus que viviam em Portugal foram perseguidos por quase 3 séculos; expulsos, perderam todos seus bens, muitos deles foram queimados em fogueiras, e acabaram vítimas das maiores atrocidades possíveis.

Contudo, muitos dos judeus sefaraditas foram forçados a se converter, tornando-se, contra a sua vontade, cristãos novos.

Os sefaraditas se estabeleceram nessa região da Península Ibérica durante a era das navegações fenícias, principalmente depois das duas destruições do Templo de Jerusalém.

Havia uma divisão dos judeus sefaraditas, entre ocidentais e orientais. Os primeiros são chamados judeus da nação portuguesa, já os orientais viveram no Império Otamano. 

Brasil, Nova York e os judeus sefaraditas: conheça a sua origem!

Judeus rezam em uma sinagoga; judeus sefaraditas: conheça a sua origem!
Momentos de tefilot (rezas) em uma sinagoga; judeus sefaraditas: conheça a sua origem e sua história!

Nosso país acabou recebendo milhares deles, principalmente no nordeste, onde foi estabelecida, no Recife, a primeira sinagoga das Américas, Kahal Zur Israel.

Posteriormente, no século 17, muitos dos judeus sefaraditas deixaram o Brasil e migraram aos Estados Unidos, sendo responsáveis pela construção e desenvolvimento de Nova York.

Em primeiro lugar, eles fugiram da Inquisição, que havia sido, lamentavelmente, imposta pela Igreja Católica em Portugal.

Em seguida, tiveram que deixar o Brasil pela guerra entre luso-brasileiros e holandeses no nordeste do país (aqui também houve perseguição contra eles).

Atualmente tida como capital do mundo, Nova York serviu de abrigo para eles, muitos com fome e desesperados, fugindo da violência e da intolerância, assim como seus antepassados fizeram durante toda sua existência.

Afinal, foram inúmeras histórias de violência, escravidão, antissemitismo e mortes, principalmente entre 1492 e 1664.

Décadas depois, com o surgimento e o fortalecimento do movimento sionista, eles acabaram se mudando para Israel, principalmente na década de 1960, depois das guerras ocorridas na região.

Os judeus que moravam nos países árabes tiveram que deixar suas casas de forma imediata já que também, mais uma vez, acabaram vítimas de intensas perseguições.

Tanto é que, atualmente, pouquíssimos judeus vivem em países que antes os acolheram como Líbano, Tunísia, Egito e Síria.

Por esse motivo, o termo sefaradita é usado com frequência em Israel para se referir os judeus que vieram do norte da África. 

Contudo, comete-se um erro ao se referir, de forma genérica a todos os judeus norte-africanos e dos países árabes como sefaradim.

Os judeus mais antigos destas nações são chamados de mizrachim, isso é, orientais.

Uma curiosidade: os sefaraditas foram responsáveis pelo desenvolvimento da Cabala medieval.

Diversos rabinos sefaraditas escreveram importantes tratados judaicos que são utilizados até hoje em estudos do seu dia a dia.

Docmundo ajuda a provar sua origem sefaradita: saiba as vantagens disso!

Sefarditas rezam em uma sinagoga: Docmundo ajuda a provar sua origem sefaradita
Sefarditas rezam em uma sinagoga: Docmundo ajuda a provar sua origem sefaradita.

Em projeto de lei aprovado há cerca de oito anos, o governo espanhol possibilitou o reconhecimento dos judeus sefaraditas como cidadãos espanhóis, determinando o dia 1 de outubro de 2019 como prazo final para os requerimentos.

As regras de concessão envolviam demonstração clara e inconteste de ancestralidade sefardita através de laudo genealógico. 

Portugal, por sua vez, também aprovou uma lei semelhante para a requisição de nacionalidade.

O número 7 do artigo 6.º da Lei da Nacionalidade, prevê a possibilidade de aquisição de nacionalidade por descendentes de judeus sefaraditas portugueses.

Uma das grandes vantagens disso é que se você tem origem judaica sefaradita, seu sonho de viver na Europa pode estar bem mais próximo do que você imagina!

Através de uma análise de elegibilidade, a DocMundo busca todos os seus documentos, a origem do seu sobrenome, sua árvore genealógica para ver se você tem direito a este benefício. 

Estes documentos são enviados para a comunidade Israelita de Portugal analisar.

Caso aprovados, a Comunidade Israelita de Lisboa emitirá um certificado comprovando sua origem sefaradita portuguesa.

Com esse certificado, é possível requisitar a cidadania portuguesa. E, consequentemente, você obterá o sonhado passaporte europeu!

Por isso, não hesite: consulte a DocMundo  para saber se você tem direito a esse grande benefício!

Em nosso país, estudos genealógicos demonstram que boa parte dos brasileiros têm algum um ancestral sefaradita que migrou para o Brasil no período colonial.

Então, não perca tempo e veja se esse é o seu caso!

DocMundo

Leave a Reply:

You don't have permission to register